emagrecer,dieta,abnoplastia,

reabilitação,quimica,engravida,criança,emagrecer,obsidade

quarta-feira, 26 de junho de 2013

LEITE de MANGABA

--> LEITE de MANGABA

<iframe width="640" height="390" src="http://www.youtube.com/embed/BeAKC85v_Hs" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>




O leite de Mangaba é ótimo para baixar o colesterol e emagrece também
Leite de mangaba serve pra muitas coisas já ouví dizer que é um verdadeiro antibiótico,antiinflamatório e analgésicoe muito mais.

A mangabeira (Harcornia speciosa), da família das Apocináceas, é um arbusto de caule rugoso, cujos ramos se desenvolvem em círculos. O fruto é piriforme, de polpa acidulada, amarelo, corado de vermelho.

Quando verde, é cheio de leite. De suave sabor, deve ser comido bem maduro sem se deitar nada fora, como figos. É de boa digestão e faz bem ao estômago.

A mangaba, quando verde, é venenosa. Recomenda-se o seu suco contra úlceras, tuberculose e herpes.

É conhecida, no Estado de Sergipe, como «fruto-de-doente».


 LEITE DE MANGABA







Os frutos são utilizados para o consumo in natura e industrialização,polpa, sucos, coquetéis, doces em
calda, geléias, sorvetes, licores, vinhos,xaropes, compotas, etc.demonstrando
enorme potencial de aproveitamento na agroindústria.

Podem, também, ser indicados para alimentação de pessoas doentes e convalescentes, em função de
sua alta digestibilidade, valor nutricional e propriedades medicinais.


Apesar da possibilidade de aproveitamento total da mangaba,
ainda, é uma fruta pouco utilizada.

O seu leite é usado também como medicamento contra a tuberculose e no tratamento de úlceras.

Do tronco e das folhas retira-se látex, muito explorado durante a segunda Guerra Mundial como substituto da borracha.


 Este leite de coloração esbranquiçada é retirado diretamente no tronco fazendo um corte com facão.

Desse talho brota uma grande quantidade de látex e que se for colhido puro, rapidamente se transforma em outro brinquedo: uma bola de borracha macia que quica desordenadamente.

Mas o aproveitamento da Mangaba não é só para divertimento e de acordo com nosso conhecido raizeiro Chico da Mata, “carece de butá só uma pitadica de sal que o leita num táia mais”, ou seja, não ela não se solidifica. Quando dissolvido num pouco de água tem inúmeras aplicações medicinais.

Uma de suas boas indicações é no tratamento das doenças pulmonares, pois ajuda o doente na eliminação do muco agarrado ao peito.

Para isso o leite é misturado à água em proporções iguais e passado por uma fervura rápida, com o doente tomando o preparado ainda quente.

A melhora acontece no máximo em três dias e já ouvi um relato dando conta de que o doente invariavelmente “provoca” para eliminar a catarreira já solta.

As folhas tradicionalmente são utilizadas no combate as cólicas menstruais, na obesidade, diabetes, eliminação de verrugas e na pressão alta, substituindo o Captopril.

Ele ainda me disse que usa suas raízes “prá quem tá com quentura interna. Aquilo dá um chá gostoso, fresco e a fruta apaga aquela calorama que arriba das entranhas.

Tamém dei de usar a casca prás mermas coisas e se dei muito, é bão demais”. Visivelmente emocionado, Chico me contou uma outra história que o deixou de olhos merejados.


 Com um monte de filhos para criar naqueles tempos de poucos recursos, sua falecida mãe fazia o impossível para aplacar a fome da meninada.

“Mãeínha saia bem cedim pro cerrado carregando uma cuia com um tiquim dágua até se dá com uma Mangabeira.

Batia o facão, coia o letche e vortava pra casa dizendo que era leite de vaca. Butava aquilo no fogo, juntava farinha, rapadura e daí era uma festa! Sodade dela...”

Uma revelação me foi feita recentemente para acabar com as manchas escuras que surgem no rosto, principalmente das mulheres após a gravidez ou uso de anticoncepcionais.

O procedimento é modesto: colha um pouco do leite da mangabeira e misture um pouquito de água. Espalhe com um algodão essa mistura sobre as manchas todas as noites antes de dormir e pela manhã lave o rosto com água fria.

Em pouco tempo as manchas vão desaparecendo. Experimente.

Propriedades medicinais: anticatarral, antiulcerogênica, digestiva, hepática, laxante, purgativa.

Indicações: tuberculose e úlceras (suco leitoso extraído da polpa); purgante (sementes); doenças do fígado e do baço (cascas); icterícias, afecções hepáticas, moléstias crônicas e cutâneas (extrato da casca).
Parte utilizada: folhas, frutos, raízes.

Contra-indicações/cuidados: NÃO DEVE SER CONSUMIDA VERDE.

Efeitos colaterais: quando verde, contém um suco leitoso que quase embriaga e pode matar. Esse leite venenoso é conhecido como manguaicy.

Modo de usar:
Iinfusão da casca: úlceras, dentição e problemas de rim;
Infusão das folhas: uso interno em gripe e em banhos para doenças epiteliais;

Decocção da casca: doenças internas, pulmões, abcessos internos, caimbras, fígado, cólicas menstruais e em regimes.

 MANGABEIRA








O leite desta planta desde muito tempo é empregado na tuberculose pulmonar, e, extremamente, nas úlceras rebeldes e nas corrupções pustulosas.

A casca tem suas virtudes medicinais, usando-se o cozimento para combater as obstruções do fígado e do baço.

Nome popular - Mangabeira, Mangaba Nome cientifico - Hancornia speciosa,

Familia-Apocynaceae Fenelogia - Florece durante os meses de setembro-novembro

Utilidade - A madeira é empregada apenas para caixaria e para lenha e carvão, seus frutos são comestíveis e muito apreciados principalmente na região Nordeste do pais, onde são regularmente comercializados nas feiras e, indústrias na forma de sorvetes e doces.

Os frutas são também consumidos por algumas espécies de animais silvestres.

A mangabeira é uma árvore de galhos pequenos que produz flores claras e perfumadas, parecidas com o jasmim. é típica do litoral do Norte e Nordeste. A fruta é uma baga de cor vermelho-amarelada, muito usada no preparo de sucos, refrescos e sorvetes.

Mangabeira possui substâncias ativas que diminuem a hipertensão.

O estudo foi realizado pela UFMG – Universidade Federal de Minas Gerais, onde os pesquisadores concluíram que na dose certa, a mangabeira é mais indicada do que remédios no combate à pressão alta.

O chá da mangabeira em folha ou casca inibe a produção de substâncias que causam a hipertensão, além de ser um excelente vaso dilatador.

Por exemplo, o Captopril – remédio usado no tratamento da pressão alta – tomou de 10 x 0 do extrato da folha da mangabeira dissolvido em água.

A substância que possui três princípios ativos contra a pressão alta foi ingerida por camundongos hipertensos e após análise laboratorial, ficou comprovada a eficácia da mangaba, 10 vezes mais potente do que o remédio Captopril, no tratamento de hipertensos.

Nos ratos de laboratório a pressão arterial desceu para níveis normais e ficou controlada.


 Os cientistas brasileiros alertam para a administração do extrato da mangabeira na dosagem certa. Os testes com o extrato da mangabeira em humanos devem ser iniciados ainda em 2010, com o acompanhamento dos cientistas.

O uso do medicamento se faz em doses muito mais baixas e muito mais efetivas do que o chá da mangaba preparado rotineiramente”, esclarece a pesquisadora Virgínia Soares Lemos, do departamento de farmacologia da UFMG.

O chá da folha da mangaba ou de seu tronco, não deve ser administrado sem prescrição médica, alerta a especialista em plantas medicinais da UFMG, Maria das Graças Lins, pois a dose em excesso das substâncias ativas da mangabeira, que agem diretamente no combate à pressão alta, pode não fazer efeito algum e até mesmo fazer mal ao hipertenso.

Ou seja: nada de tomar remédio, nem chá de folha da mangabeira, sem avisar ao médico que acompanha o seu quadro clinico de hipertensão.

Os pesquisadores da UFMG também estão estudando os efeitos da raiz da planta olho-de-boi, no combate à pressão alta.

A mangaba medicinal é vendida em pedaços do tronco da mangabeira nas lojas de produtos naturais. Os vendedores dizem ser bom para o controle de diabetes, colesterol e hipertensão.

O que a sabedoria popular já dizia agora foi comprovado em pesquisa científica, e com resultados que surpreenderam os cientistas farmacêuticos.

Não tome remédio sem o acompanhamento clínico de um médico. Leve a sua saúde a sério.

Para quem deseja saber como se faz o chá – se com a casca ou com a folha da mangabeira – e a dosagem certa, existem dois caminhos: o primeiro é ir ao médico e perguntar.

O segundo caminho é ir até uma loja de produtos naturais e buscar as informações de quem já vende o produto. Mas atenção: com saúde não se brinca.

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Total de visualizações de página

Minha lista de blogs