emagrecer,dieta,abnoplastia,

reabilitação,quimica,engravida,criança,emagrecer,obsidade

terça-feira, 16 de maio de 2017

tabela chinesa para saber o sexo do bebê

tabela chinesa verdadeira para saber o sexo do bebê

 

Faça o teste com a tabela chinesa verdadeira para saber o sexo do bebê e diminua a ansiedade para descobrir o sexo do bebê!
Ao descobrir a gravidez, toda mulher nutre uma imensa curiosidade para saber qual é o sexo do bebê: será menino ou menina? Às vezes a curiosidade é tanta que não dá para esperar pelo resultado via ultrassonografia. Nestes casos, as gestantes recorrem a métodos populares antigos que prometem revelar qual é o sexo do bebê. Um destes métodos é a tabela chinesa. Você já ouviu falar nela? Então veja mais a seguir:

Tabela chinesa verdadeira para saber o sexo do bebê 

A tabela chinesa, oriunda do país asiático, tem mais de 700 anos de história e tradição. Segundo especialistas no assunto, ela é capaz de acertar a maioria dos casos.

Como funciona?

De um lado da tabela está a idade lunar da gestante, ou seja, a idade em que engravidou. Do outro, está o mês de concepção do bebê.
Para descobrir sua idade lunar, a gestante precisa apenas considerar sua idade quando engravidou e acrescentar mais “um”. Caso a mulher tenha nascido nos meses de janeiro ou fevereiro não é necessário somar mais “um”.
Tendo em mãos a idade lunar e o mês da concepção, basta cruzar as informações na tabela: se der quadradinho azul o bebê será menino, se der rosa será uma menina.

Como calcular a idade?

Segundo estudos, na China a criança já nasce com um ano de idade e completa dois anos no dia do ano novo chinês, que não tem data fixa anual.
Portanto, para utiliza-la é necessário que se saiba a idade da mãe segundo o calendário chinês. De um modo geral, menos para quem nasceu em janeiro ou fevereiro, a idade é de um ano a mais do que sua idade no ocidente. Caso você tenha nascido entre janeiro e fevereiro, sua idade é a mesma.


Foto: divulgação
Foto: divulgação

O método é mesmo eficiente? 

Apesar de os chineses dizerem que o método é 99% eficiente, não há qualquer comprovação científica de que a tabela chinesa verdadeira para saber o sexo do bebê  e pode não funcionar, principalmente quando a gestação é múltipla. Sendo assim, se a mulher deseja realmente ter certeza do sexo de seu bebê, deve esperar para fazer o exame de ultrassom ou o exame de sangue denominado sexagem fetal, que considera a presença de hormônios na corrente sanguínea materna para determinar se o bebê é menino ou menina.

Origem da tabela

Há diferentes histórias sobre a origem da famosa tabela chinesa, porém todas concordam que ela se baseia na idade chinesa da mãe e no mês em que a criança foi concebida, sempre de acordo com o calendário lunar chinês.

Tabela chinesa funciona mesmo? É confiável? 

Há alguns problemas com a tabela chinesa, quando analisadas à luz do que se sabe atualmente, com o advento da ciência. Esses problemas são de origem teórica e racional, uma vez que cientistas não comprovaram a eficácia da tabela até os dias atuais.
Muitos cientistas, pelas previsões contrariarem as probabilidades, acreditam que a tabela é somente superstição. Por exemplo, nenhum fato científico explica o porque das mães com 30 anos que foram fecundadas no mês de junho terem sempre filhos homens e as de 21 somente os terem caso a concepção ocorra em janeiro.
Outras dúvidas também surgem, como por exemplo a impossibilidade de se saber exatamente o dia em que o bebê foi concebido, e o fato de ser o homem quem tem papel determinante no sexo do bebê, e não a mulher.
Resumindo: 
Afinal, esse teste dá certo mesmo? É mito ou verdade? A conclusão é que os especialistas não estraram em um acordo sobre a veracidade ou não da tabela em pleno ano de 2017 . Alguns acreditam que a tabela tem baixa credibilidade por não ser cientificamente comprovada e apresentar uma baixa taxa de acerto. Um estudo na Suécia tirou os dados de cerca de 3,4 milhões de mulheres que tiveram filhos entre 73 e 2006. A taxa de acerto com esse grupo foi de cerca de 50%, ou seja, igual a probabilidade do filho ser do sexo masculino ou feminino. Há ainda outros estudos que comprovam isso.

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Total de visualizações de página

Minha lista de blogs