emagrecer,dieta,abnoplastia,

reabilitação,quimica,engravida,criança,emagrecer,obsidade

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Ervas curam leucemia e impotência


Ervas curam leucemia e impotência
Chineses garantem que seus chás e pílulas naturais são eficazes e podem substituir até o Viagra, mas sem efeitos colaterais

Os segredos de um remédio tradicional chinês à base de plantas, que demonstrou eficácia no tratamento de certas formas de leucemia, foram revelados por uma equipe de pesquisadores franceses, que analisou sua composição molecular.

Os pesquisadores, cujos trabalhos estão publicados na nova revista mensal Nature Cell Biology, em seu primeiro número a ser lançado em maio pelo grupo Nature, demonstraram, de fato, que a indirubina, substância contida nesse antigo medicamento chinês, bloqueia a multiplicação das células que permitem a proliferação dos tumores.

As ervas medicinais chinesas utilizadas há séculos são, em geral, uma mistura de diversas plantas. Geralmente é muito difícil identificar seus componentes ativos e seu modo de ação.

Para entender como atua um desses tratamentos milenares, o Danggui Longhui Wan, uma mistura de 11 plantas, a equipe de Laurent Meijer, do Centro Nacional Francês de Pesquisas Científicas de Roscoff, recorreu à biologia molecular moderna.

A indirubina, componente vermelho do azul índigo (primeiro corante utilizado pelo homem), é considerada o ingrediente mais ativo da poção medicinal. O Danggui Longhui Wan é utilizado para tratar a leucemia mielóide crônica, a mais avançada forma da doença.

Os pesquisadores franceses, que trabalharam em colaboração com cientistas britânicos e alemães, descobriram que a indirubina atua com um tipo de proteínas, as chamadas CDK. Essas enzimas afetam o sistema que controla a divisão das células. Quando a indirubina se vincula com essas enzimas, bloqueia a divisão das células.

Essa descoberta deverá abrir o caminho para novas pesquisas sobre o tratamento do câncer. Os inibidores potentes e seletivos das enzimas CDK poderão ser aplicados no futuro no tratamento de diversas doenças, indicam os pesquisadores em um artigo publicado na revista franco-canadense Médecine-Sciences.

TRADIÇÃO

Os chineses garantem que seus remédios naturais são tão eficazes quanto aqueles vendidos nas farmácias. Substituem, por exemplo, medicamentos como o Viagra, garantindo o tratamento da impotência sexual masculina sem os mesmos efeitos colaterais.

As barracas especializadas em curas tradicionais são muito comuns nos mercados ao ar livre em Hong Kong e na China. Além de plantas, partes de animais também costumam ser usadas nas misturas vendidas para tratar todo tipo de doença.

Os ingredientes para a cura da impotência incluem uma variedade de ervas processadas e pedaços do corpo de alguns animais: raízes de ginseng, folhas de canela, rabos de cervo e rins de cachorro.

Os medicamentos chineses para a impotência, que datam de vários séculos, podem oferecer tanto uma cura a longo prazo quanto uma ajuda imediata, segundo os vendedores ambulantes.

Esses remédios são prescritos como chá de ervas ou pílulas. Manipuladores de plantas medicinais, conhecidos aqui no Brasil como raizeiros, prescrevem uma mistura de ervas, que devem ser cozidas em água até formar um chá escuro e amargo. Em outros casos, são feitas pílulas com os mesmos ingredientes.

Yau Cheuk-san, manipulador de ervas e também médico chinês, afirma que os ingredientes e a quantidade prescritos variam de acordo com o tipo e o grau da impotência.

‘‘As doses diferem de um homem para outro. Se há disfunção é muito grave, podem necessitar de 20 a 30 xícaras de chá da infusão por mês’’, ensina o médico chinês. As doses são reduzidas com a melhoria gradual do paciente.

Os médicos naturais da China garantem que esses medicamentos possuem poucos efeitos colaterais, desde que usados corretamente. ‘‘A medicina chinesa é segura’’, afirma Yau. Assegurou que a maioria dos produtos usados no chá não apresentam efeitos dolorosos, mas alertam que alguns ingredientes, como fígado de cachorro, podem provocar reações alérgicas.

Os médicos chineses também explicam que as ervas usadas no tratamento da impotência podem combater outras doenças. ‘‘Algumas, por exemplo, são eficazes para problemas nos rins e coração, fortalecem o corpo e baixam os índices de colesterol’’, afirma Yau.

Planaltina é pioneira no DF

A fitoterapia já faz parte do dia-dia dos brasilienses. Há 13 anos, Reinaldo Lordeiro, apelidado de doutor Raiz pela comunidade de Planaltina, onde morava, deu início a um programa de atendimento à população carente na área de saúde preventiva. Conhecedor de ervas medicinais, ele chamou a atenção de médicos da rede pública para seu milagroso misturado.

Com sete ervas — saião, bálsamo, folha-santa, assa-peixe, guaco e hortelã — ele ensinava às pessoas a fabricar um xarope caseiro, que ajudava no tratamento de doenças como bronquite, asma e resfriado.

O remédio natural acabou dando impulso à criação de uma unidade de fitoterapia na cidade, que funciona ao lado do Centro de Saúde número 1. No local, há também uma horta. Em 1986, eram cultivadas apenas as sete ervas para o xarope do doutor Raiz.

‘‘Atualmente, existem 190 variedades de plantas medicinais, todas distribuídas in natura’’, afirma Lúcio Lino Lopes, um dos servidores da Fundação Hospitalar do Distrito Federal responsáveis pela fitoterapia em Planaltina.

Além do programa elaborado em Planaltina, foi desenvolvido o Projeto Sementes, no Departamento de Medicina Não Convencional da Fundação Hospitalar. O objetivo foi coordenar atividades em vários centros de saúde.

Assim como em Planaltina, o projeto conta com uma farmácia de manipulação. Mas a produção e distribuição de cápsulas, xaropes e tinturas naturais ainda depende da regularização dos laboratórios pela Câmara Legislativa.
! ajude com uma doaçao dados para deposito banco do brasil agencia 06432 conta 263508

Transplantação de órgãos‬, ‪Transplante de coração‬‬ . como doar e como consegui ?


O que é transplante?
É um procedimento cirúrgico que consiste na reposição de um órgão (coração, pulmão, rim, pâncreas, fígado) ou tecido (medula óssea, ossos, córneas...) de um pessoa doente (Receptor) por outro órgão ou tecido normal de um doador, vivo ou morto.

Quem pode e quem não pode ser doador?
A doação pressupõe critérios mínimos de seleção. Idade, o diagnóstico que levou à morte clínica e tipo sangüíneo são itens estudados do provável doador para saber se há receptor compatível. Não existe restrição absoluta à doação de órgãos a não ser para aidéticos e pessoas com doenças infecciosas ativas. Fumantes são não-doadores de pulmão.

Por que existe poucos doadores? Temos medo de doar?
É uma das razões, porque temos medo da morte e não queremos nos preocupar com este tema em vida. É muito mais cômodo não pensarmos sobre isso, seja porque queremos pensar : "Não acontece comigo ou com a minha família" ou "Isso só acontece com os outros e eles que decidam".

Quero ser doador. O que devo fazer?
Atualmente a doação no Brasil é consentida, ou seja, só a sua famila pode autorizar para que ela aconteça. Portanto o que es tiver escrito na carteira de identidade ou na carteira de habilitação não tem valor! Se você quiser ser doador avise a sua familia este seu desejo.

O que é morte encefálica?
Morte encefálica é a parada definitiva e irreversível do encéfalo (cérebro e tronco cerebral), provocando em poucos minutos a falência de todo o organismo. No diagnóstico de morte encefálica, primeiro são feitos testes neurológicos clínicos, os quais são repetidos seis horas após. Depois dessas avaliações, é realizado um exame complementar (um eletroencefalograma ou uma arteriografia).
 
Uma pessoa em coma também pode ser doadora?Não. Coma é um estado reversível. Morte encefálica, como o próprio nome sugere, não. Uma pessoa somente torna-se potencial doadora após o correto diagnóstico de morte encefálica e da autorização dos familiares para a retirada dos órgãos.
Como o corpo é mantido após a morte encefálica?O coração bate às custas de medicamentos, o pulmão funciona com a ajuda de aparelhos e o corpo continua sendo alimentado por via endovenosa.

Como proceder para doar?
Um famíliar pode manifestar o desejo de doar os órgãos. A decisão pode ser dada aos médicos, ao hospital ou à Central de Transplante mais próxima.

Quem paga os procedimentos de doação?
A família não paga pelos procedimentos de manutenção do potencial doador, nem pela retirada dos órgãos. Existe cobertura do SUS (Sistema Único de Saúde) para isso.
O que acontece depois de autorizada a doação?
A Central de transplantes vai gerar a lista de receptores, fazer contato com estes atraves das equipes de transplantes, aguarda a confirmação das equipes e então inicia a cirurgia para retirada dos órgãos e tecidos doados. O corpo é entregue a familia entre 12 e 24hs após a autorização familiar!
Quem recebe os órgãos doados?
Testes laboratoriais confirmam a compatibilidade entre doador e receptores. Após os exames, a triagem é feita com base em critérios como tempo de espera e urgência do procedimento.

Quantas partes do corpo podem ser aproveitadas para transplante?

O mais freqüente: 2 rins, 2 pulmões, coração, fígado e pâncreas, 2 córneas, 3 válvulas cardíacas, ossos do ouvido interno, cartilagem costal, crista ilíaca, cabeça do fêmur, tendão da patela, ossos longos, fascia lata, veia safena, pele. Mais recentemente foram realizados transplantes de uma mão completa. Um único doador tem a chance de salvar, ou melhorar a qualidade de vida, de pelo menos 25 pessoas.

Podemos escolher o receptor?
Nem o doador, nem a família podem escolher o receptor. Este será sempre indicado pela Central de Transplantes. A não ser no caso de doação em vida.

Quem são beneficiados com os transplantes?

Milhares de pessoas, inclusive crianças, todos os anos, contraem doenças cujo único tratamento é um transplante. A espera por um doador, que muitas vezes não aparece, é dramática e adoece também um círculo grande de pessoas da família e de amigos.

Existe algum conflito de interesse entre os atos de salvar a vida de um potencial doador e o da retirada dos órgãos para transplante?
Absolutamente não. A retirada dos órgãos para transplante somente é considerada quando todos os esforços para salvar a vida de uma pessoa tenham sido realizados.

Qual a chance de sucesso de um transplante?
É alta. Mas muita coisa depende de particularidades pessoais, o que impede uma resposta mais precisa. Existe no Brasil pessoas que fizeram transplante de rim, por exemplo, há mais de 30 anos, tiveram filhos e levam uma vida normal.

Quais os riscos e até que ponto um transplante interfere na vida de uma pessoa?
Além dos riscos inerentes a uma cirurgia de grande porte, os principais problemas são infecção e rejeição. Para controlar esses efeitos o tranplantado usa medicamentos pelo resto da vida. Transplante não é cura, mas um tratamento que pode prolongar a vida com muito melhor qualidade.

Quanto custa um transplante e quem paga?

Mais de 90% das cirurgias são feitas pelo SUS. A maioria dos planos privados de saúde não cobre este tipo de tratamento, cujo custo pode variar de R$ 4.000,00 a R$ 70.000,00.
O Brasil tem o maior programa público de transplantes do mundo!

Quando os órgãos devem ser retirados?

Ainda com o coração do doador batendo:
  1. Coração e pulmão: São o que menos tempo podem esperar. O intervalo máximo entre a retirada e a doação não deve exceder quatro horas, mas o ideal é que as duas cirurgias sejam realizadas quase que ao mesmo tempo.
  2. Fígado: O órgão resiste até 24 horas fora do organismo.
  3. Rim (fila de espera): Também é bastante resistente, se comparado a outros. A espera pode ser de 24 a 48 horas.
  4. Pâncreas: Como no caso do coração e do pulmão, as cirurgias de retirada e doação, tem de ser feitas quase que simultaneamente. Até seis horas depois que o coração parou:
  5. Córnea (fila de espera): Um dos tecidos mais resistentes. Pode permanecer até 14 dias fora do organismo, desde que mantida em líquidos apropriados para sua conservação.

Como se inscrever no cadastro técnico?
O transplante de órgãos é uma das modalidades de tratamento para algumas doenças chamadas terminais. Nestes casos o órgão em questão, uma vez lesado, não pode ser recuperado e o paciente deverá receber um tratamento de suporte a vida que pode ser definitivo ou temporário, até a realização do transplante. O transplante visa substituir o órgão lesado por um novo.

Particularmente no caso dos doentes renais, o tratamento de suporte a vida, que é a diálise, pode ser uma escolha definitiva e proporcionar qualidade de vida razoável aos pacientes. Este caminho pode ser uma opção do próprio paciente ou uma indicação do seu médico e neste caso, insistir com o transplante pode trazer mais prejuízo do que benefícios ao indivíduo. Em outras palavras o transplante é um tipo de tratamento que tem indicações precisas que devem ser feitas por um médico.

Quem deve inscrever o paciente como um potencial receptor de órgão, no CTU, é o médico que está encarregado de seu tratamento. No caso de pacientes em diálise a equipe médica do Centro de Diálise pode fazer essa inscrição mas tem que ter o cuidado de providenciar uma Equipe Médica de Transplante que se responsabilize por realizar o transplante quando ele for selecionado.

Em resumo quem inscreve e mantêm o paciente no CTU é o seu médico.

! ajude com uma doaçao dados para deposito banco do brasil agencia 06432 conta 263508

zika poderosa receita caseira contra zinca virus


A zika chegou ao Brasil há pouco mais de um ano.
É uma doença aparentemente inofensiva.
Seu nome é uma referência à floresta onde surgiu, na Uganda, África.
A zika, ou melhor, o vírus da zika é transmitido pelo mesmo mosquito da dengue, o Aedes aegypti.
Seus sintomas se assemelham aos de uma gripe forte com febre, dores pelo corpo e algumas manchas vermelhas na pele que podem coçar. 
Esses sintomas desaparecem de 3 a 7 dias.
Como os sintomas geralmente regridem de forma natural, a maioria nem procura o médico e fica sem saber que tiveram o zika vírus. 
E, mesmo que procurassem, muitos receberiam o famoso diagnóstico “é uma virose”. 
Sim, é uma virose.
Mas as viroses não são iguais.
A zika mata?
Até agora, não há registros de mortes pelo Zika vírus. 
O Zika é para nós brasileiros um vírus “novo” e, por isso, desconhecido até pela comunidade científica.
O problema é que a zika não está só.
Ela está trazendo junto mais duas perigosas ameaças à população: a microcefalia em bebês e a síndrome de Guillain Barré.
Até pouco tempo, não havia estudos demonstrando a relação entre o vírus da zika e a microcefalia em bebês (má-formação que de acordo com níveis pode levar a ter deficiência mental, motora, problemas de audição e visão).
Mas o Brasil mudou a história.
O atual surto de microcefalia que atinge principalmente, por enquanto, estados do Nordeste do país acendeu o sinal de alerta e mostra que o vírus da zika não é nada inofensivo.
Além disso, existem suspeitas de que a zika provoca em parte de pacientes uma grave doença neurológica autoimune, a Guillaim-Barré. 
Há registros de casos desta doença na Bahia e em Pernambuco. 
Os pacientes geralmente desenvolvem o problema semanas depois da fase aguda da infecção por zika. 
A doença provoca uma forte paralisia no corpo e o tratamento exige internação e acompanhamento por um longo período, até a completa reabilitação.
A maior parte dos pacientes percebe a doença através de sensação de parestesias, que são sensações cutâneas como frio, calor e formigamento, nas extremidades dos membros inferiores e, em seguida, superiores.
Por esta razão, não podemos menosprezar a epidemia de zika que começa a se alastrar pelos país, porque ela traz junto, como vimos, mais dois graves problemas.
A zika é, repetimos, transmitida pelo vírus da dengue.
Então a população tem que fazer a sua parte e parar de criar ambientes propícios para a proliferação desse mosquito.
Assim, o mais importante é erradicar os focos do mosquito. 
Atitudes simples como colocar areia no prato de vasos de plantas e não acumular água parada já diminuirão bastante o risco.

zika_e_dengue_-

Zika e dengue - mosquito - Cura pela Natureza
Além disso, é preciso fortalecer a imunidade.
Vírus e outros invasores que podem ameaçar nosso corpo não sobrevivem em um sangue alcalino, é o que entendem os praticantes da medicina natural.
As doenças precisam de sangue ácido para se manifestar.
E a alimentação é a melhor forma de conseguir um equilíbrio alcalino no nosso corpo e torná-lo mais resistente.
Veja o que não comer e o que comer para alcalinizar seu sangue:
Alimentos ácidos
- O açúcar refinado (o pior de todos)
- Leite e derivados (exceção o iogurte)
- Derivados de farinha refinada (biscoitos, bolachas, pizza, doces, bolos, etc.)
- Carnes
- Sal refinado
- Margarina
- Refrigerante
- Bebida alcoólica
- Bebidas com cafeína
- Medicamentos industrializados
- Tudo o que possui corantes, conservantes, estabilizantes, aromas artificiais, etc.
- Qualquer alimento cozido, incluindo legumes que, quando crus, são alcalinos (o cozimento remove oxigênio e acidifica os alimentos).
- Todos os alimentos industrializados 
Alimentos alcalinos
- Frutas, principalmente o limão, que tem uma alto poder alcalinizante
- Os legumes e verduras crus (especialmente as folhas verdes)
- O painço, o único cereal alcalinizante e, portanto, excelente para a saúde. Por ser alcalino, depois de cozido, ele é apenas levemente acidificado
- Sementes como amêndoas
- Brotos e germinados
- Mel puro
- Água alcalina
- Água de coco (fresca)
- Babosa
Além da alimentação, quem quer alcalinizar o sangue e mantê-lo assim, precisa praticar regularmente exercícios.
Isso porque a atividade física oxigena o corpo, enquanto o sedentarismo acidifica.
Mas atenção: exercício em excesso é prejudicial e também acidifica o corpo.
Você pode também reforçar a alcalinização do seu corpo consumindo água morna com suco do limão todos os dias em jejum.
Ou pode fazer esta poderosa bebida alcalinizante:

alcalinizacao_-_bebida_-_zika_e_dengue.jpg

Zika e dengue - bebida alcalinizante - Cura pela Natureza
INGREDIENTES
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 colher (chá) de mel
Suco puro de meio limão
MODO DE PREPARO
Misture os ingredientes, espere um pouco e beba em seguida.
Faça e tome três vezes ao dia.
Esta bebida alcalinizante  e todo o processo de alcalinização servem para nos proteger contra todo o tipo de vírus e doenças, como zika, dengue e chicungunha.
Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.
! ajude com uma doaçao dados para deposito banco do brasil agencia 06432 conta 263508

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Planta azedinha combate a inflamações dos rins


Trata-se de uma planta que cresce em locais escuros em abundância e cria um denso cobertor que apresenta uma bonita coloração esverdeada. Não raro, a planta azedinha é encontrada no mesmo habitat em que crescem as samambaias.

  azedinha é uma planta rica em vitaminas B e C, além de cálcio e outros minerais. Dentre as suas propriedades estão a sua ação diurética, febrífuga, anti-inflamatória, desintoxicante, antibacteriana, cicatrizante, adstringente, anticancerígena, hepática, laxante, antiescorbútica, antisséptica e outras.
Planta azedinha: benefícios desta planta para saúde
Foto: Reprodução/ internet
De acordo com pesquisas realizadas, a planta azedinha pode ser útil no combate a inflamações dos rins e em outras partes do corpo, além de auxiliar no tratamento do câncer e reduzir a pressão arterial. Segundo alguns pesquisadores, a raiz da planta contém 100 vezes mais revesratrol que a uva. Esta substância antioxidante auxilia no controle da homeostase, equilibrando as funções do organismo e combatendo inúmeras doenças, principalmente aquelas referentes ao envelhecimento e metabolismo. É indicada para diabetes, principalmente do tipo 2, mais comum nos idosos e que está relacionada ao desequilíbrio homeostático.
A azedinha também pode ser utilizada no tratamento de acnes, feridas, melanoma, prisão de ventre, retenção de líquidos e outras condições de saúde.
Na China, a planta é usada ainda crua para aliviar a região reprodutiva da mulher após partos normais, a fim de prevenir infecções. A azedinha é ainda um dos ingredientes utilizados na formulação de um medicamento bastante conhecido para o tratamento do câncer, denominado essiac.

Formas de consumir a azedinha

Esta planta pode ser usada no preparo de saladas verdes, proporcionando um sabor azedo ao prato, semelhante ao do limão. Também pode ser cozida no preparo de refeições quentes, como sopas, ou adicionada aos sucos, como o suco de laranja com mel e gelo.
A azedinha também pode ser consumida em forma de chá, que traz muitos benefícios à nossa saúde.

Contraindicações e cuidados

A planta azedinha é rica em ácido oxálico, que pode auxiliar na formação de pedras nos rins. O uso desta planta é contraindicado para pacientes que sofram de gota, pedras nos rins ou reumatismo, além de gestantes, lactantes e portadores de doenças com uso contínuo de medicação.
Lembre-se que todo medicamento, seja ele natural ou não, deve ser utilizado apenas sob orientação médica.

parar de fumar Alimentos saudáveis que ajudam a parar


Alimentos saudáveis que ajudam a parar de fumar

Quem está largando o cigarro ou pretende fazê-lo pode contar com alguns alimentos saudáveis como aliados, além de buscar ajuda profissional. Confira a seguir 6 alimentos que podem ajudar a parar de fumar:
  • Leite e derivados – A ingestão destes alimentos altera o sabor do cigarro e estimula a produção de serotonina, hormônio da tranquilidade, inibindo a ansiedade do tabaco;
  • Levedo de cerveja – Uma das maiores fontes de vitaminas do complexo B, substâncias que atuam no sistema nervoso e controlam a ansiedade provocada pela falta de nicotina. O suplemento de levedo de cerveja pode ser consumido em pó ou em cápsulas;
  • Água – Tomar água – no mínimo 2 litros ao dia – é de fundamental importância, pois ajuda o organismo a eliminar as toxinas pela urina;
  • Suco de laranja – Para quem deseja parar de fumar de maneira mais rápida, é fundamental fornecer mais vitamina C ao organismo, por meio da ingestão das frutas in natura ou de sucos cítricos como o de laranja. Quem fuma regularmente perde uma grande quantidade de vitamina C, que o corpo compensa com alguns elementos não naturais fornecidos pela nicotina. Por isto, consumir alimentos ricos na vitamina é muito importante;
  • Brócolis – É um alimento importante para prevenir doenças pulmonares e as suas fibras auxiliam na produção de serotonina no momento da digestão;
  • Aveia e arroz integral – A aveia e o arroz integral possuem elevado teor de selênio, mineral com alto poder antioxidante, e eliminam os radicais livres provocados pelo tabaco.

Alimentos que fortalecem o sistema imunológico


Alimentos que fortalecem o sistema imunológico


Os  grãos, como ervilhas, lentilhas, feijão, etc. também as  nozes, sementes e outros alimentos ricos em fibras, devem ser sempre adicionados à dieta;
Frutas, verduras e legumes também devem ser consumidos diariamente em porções suficientes;
Alho e cebola: estimulam a resposta imunológica e também os macrófagos (células que combatem radicais livres). Ele é um agente modificador da resposta imunológica.
Cenoura, tomate, damasco, beterraba, mamão e couve: contém betacaroteno, que estimula células imunológicas e protetoras, combatentes de infeções.
Suco verde: a clorofila, é rica em zinco, ferro e vitamina C. Um bom exemplo é o suco de agrião com laranja, mas os ingredientes podem variar a seu gosto;
Beba muita água nos intervalos das refeições, isso facilita a eliminação das toxinas de seu organismo.
Gengibre: fortalecedor do sistema de defesa, pode ser consumido antes das refeições, ajudando no processo digestivo, ou pode ser usado em conserva no vinagre (bastante usado na culinária japonesa), no preparo dos pratos ou em chá.
Alimentos, que por sua vez, prejudicam as defesas do organismo, porque danificam células responsáveis nessa função e causam outros danos ao sistema imunológico:
Gorduras em excesso: reduz a atividade das células de defesa e, assim, prejudica a resposta imunológica;
Açúcares: a ingestão constante de grandes quantidades de sacarose também prejudica o sistema imunológico;
Alimentos processados: ricos em sódio e outras substâncias altamente nocivas às células.
Outros cuidados:
Durma bem! Uma boa noite se sono, com a quantidade suficiente de tempo para seu corpo se recuperar das atividades do dia, é uma das formas de manter a imunidade alta;
Exercite-se, mexa-se! Não precisa entrar para a academia, mas comece a ir até a padaria a pé, por exemplo, e, sempre que possível, pratique atividades físicas ao menos por 40 minutos, três vezes por semana; isso oxigena o sangue e estimula as funções imunológicas!
Beba água durante o dia, mesmo que não esteja com sede, apenas alguns goles por vez serão suficientes, para hidratar seu corpo e limpá-lo das toxinas;
Relaxe! Ande ao ar livre, tenha bons pensamentos e apanhe sol, isso ajudará a reduzir o stresse, um dos responsáveis pela queda da imunidade.

ERVA CIDREIRA problemas com insônia devem começar a tomar o chá


ERVA CIDREIRA


A erva cidreira pertencente à mesma família da hortelã e do boldo. É muito comum encontrar pessoas que confundem a erva-cidreira com hortelã, isso acontece devido à enorme semelhança de suas folhas. Chegou à hora de você conhecer os benefícios e vantagens de inserir a erva-cidreira em seu dia a dia.
Benefícios ao tomar chá de erva cidreira
As pessoas que têm problemas com insônia devem começar a tomar o chá de erva-cidreira todos os dias. O uso diário certamente vai te ajudar a melhorar a qualidade do sono.
Os benefícios não param por ai, você vai ajudar a reduzir o número de momentos com dores de cabeça. Quando você passar a tomar este chá regularmente, você alivia seu organismo de muita tensão e auxilia na diminuição destes quadros citados anteriormente.
Você achou bom, ainda tem mais vantagens. O chá de erva-cidreira tem a capacidade de ajudar na diminuição dos gases, além de conseguir regular melhor o funcionamento do intestino. As mulheres que tomam constantemente o chá de erva-cidreira conseguem um alívio das cólicas menstruais e intestinais, além de conseguir uma preservação dos rins.
Quais os benefícios do chá de erva cidreira?
Quando a pessoa está gripada, o chá de erva cidreira consegue aliviar as tosses e febres. É aconselhado dar este chá para crianças durante a noite, isso ajuda a acalmar e fazer com que eles tenham um sono melhor.
Pouca gente sabe que o chá de erva-cidreira ajuda a aliviar a dor de dente. As pessoas que estão sofrendo com estas dores devem fazer um chá e usá-lo bem morninho para fazer bochechos por 15 minutos.
Agora chegou a hora de aprender algumas ótimas receitas que levam erva-cidreira. Veja o passo a passo de cada um delas abaixo:
Suco de laranja com erva-cidreira
Ingredientes:
  • Suco de quatro laranjas maduras
  • Um ramo de erva-cidreira
  • 500 ml de água
  • Açúcar ou adoçante a gosto
  • Modo de Preparo:
  • Você deve colocar todos os ingredientes em um liquidificador.
  • Em seguida você deve bater por aproximadamente 2 minutos.
  • Agora basta você coar e servir com pedras de gelo a sua vontade.

CÂNCER TEM CURA - POR FAVOR LEIA E ESPALHE .


CÂNCER TEM CURA - POR FAVOR LEIA E ESPALHE ....... OBRIGADO.
É 10.000 vezes mais forte do que a quimioterapia e não querem que nós saibamos, pois caso contrário, as grandes cadeias iriam parar de VENDER MEDICAMENTOS !!!
O MAIS PODEROSO ANTI-CÂNCER DO PLANETA COMPARTILHEM...!

A graviola ou graviola árvore é um produto milagroso para matar as células cancerosas. É mais potente do que 10,000 quimioterapias.
Por que não está ciente disso? Porque há organizações interessadas em encontrar uma versão sintética, que lhes permite obter lucros fabulosos. Assim, a partir de agora você pode ajudar um amigo em necessidade, deixando-o saber que beber suco de graviola pode prevenir a doença. O seu sabor é agradável. E, claro, não produz os efeitos terríveis da quimioterapia. E se você tiver a chance de fazer, plantar uma árvore em seu quintal de graviola. Todas as partes são úteis.
A próxima vez que você quiser beber um suco, escolha o de graviola!!!
Quantas pessoas morrem enquanto este tem sido um segredo bem guardado para não por em risco os lucros multimilionários de grandes empresas? Como você bem sabe a gravioleira é baixa. Não ocupa muito espaço, é conhecido pelo nome de Graviola no Brasil, Guanabana em espanhol, e "Graviola" em Inglês.
O fruto é muito grande e sua polpa branca, doce, comida diretamente ou normalmente usado para fazer bebidas, sorvetes, doces etc... O interesse desta planta é devido a seus fortes efeitos anti-câncer.
E embora ele atribuída muito mais propriedades, o mais interessante é o efeito que produz sobre os tumores... Esta planta é um remédio para o câncer de todos os tipos. Alguns dizem que é muito útil em todas as variantes de cancro.
Considera-se também como um espectro de agente anti-microbiano largo contra infecções bacterianas e fúngicas, é eficaz contra parasitas internos e vermes, que regula a pressão sanguínea e combate o stress elevado, a depressão e distúrbios do sistema nervoso.
A fonte desta informação é fascinante: ela vem de um dos maiores fabricantes de medicamentos do mundo, que diz que depois de mais de 20 testes de laboratórios realizados desde 1970 extratos revelaram que: destrói as células malignas em 12 tipos cancros, incluindo o cólon, mama, próstata, pulmão, pâncreas entre outras ...
Os compostos desta árvore mostrou 10.000 vezes melhor ato na diminuição de células de cancro que o produto da adriamicina, um fármaco quimioterapêutico, tipicamente usado em todo o mundo.
E o que é ainda mais surpreendente: este tipo de terapia, com o extrato de graviola, só destrói células de câncer maligno e não afeta as células saudáveis.
Instituto de Ciências da Saúde, L.L.C. 819 N. Charles Street Baltimore, MD 1201.
Foto de Fatima Carneiro Neto.

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Total de visualizações de página

Minha lista de blogs